Delegados afastados vão tentar voltar aos cargos na justiça

 Delegados afastados vão tentar voltar aos cargos na justiça

Os dois delegados do grupo Tigre, da Polícia Civil, que foram afastados dos cargos, vão buscar na justiça o direito de retornar a unidade especializada. Um investigador também foi afastado. Renato Bastos Figueroa e Danilo Zarlenga comandavam grupo que foi até o Rio Grande Sul investigar o sequestro de dois agricultores paranaenses. Na ocasião houve troca de tiros entre os policiais dos dois estados.
Um sargento da Brigada Militar gaúcha e um dos reféns morreram. De acordo com o ministério público, o afastamento é para evitar que informações sobre o sequestro de um agricultor paranaense morto no Rio Grande do Sul, sejam manipuladas. O caso ganhou grande repercussão em dezembro do ano passado e gerou uma crise entre os governos dois Estados.
Ele teria sido morto por engano, já que estava sem farda e sacou uma arma. Os policiais paranaenses estavam em uma viatura não caracterizada e não tinham comunicado a autoridades locais que iriam realizar a operação. Além dos três paranaenses o Ministério Público de Gravataí denunciou oito pessoas da quadrilha que participou do crime por extorsão mediante sequestro com morte.
O delegado gaúcho que matou o agricultor sequestrado também foi indiciado.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem