Política

Derosso é alvo de novas denúncias

Novas denúncias relacionadas aos contratos de publicidade da câmara municipal de Curitiba envolvem novamente o ex-presidente da casa, vereador João Claudio Derroso. Dois funcionários da câmara que trabalhavam para Derosso comandaram uma rede de empresas que prestou serviços para a casa de forma ilegal. Os funcionários assinaram recibos em nome de cinco empresas subcontratadas pelas agências Visão Publicidade e Oficina da Notícia. A denúncia foi feita pelo jornal Gazeta do Povo. O vereador líder da oposição, Jonny Stica, disse que a bancada vai se manifestar com relação às denúncias, mas considera que uma nova CPI não resolveria o caso. O vereador Emerson Prado, que é presidente da CPI contra Derosso disse que mais de três mil páginas de relatórios foram encaminhadas ao Ministério Público com relação aos contratos de publicidade da casa. Prado criticou a postura da imprensa com relação a atuação dos vereadores na CPI. O presidente da comissão de ética da câmara, vereador Francisco Garcez, disse que o conselho só pode atuar com relação as novas denúncias caso haja um pedido formal para isso.  A mulher do o ex-presidente da câmara, Claudia Queiroz, também subcontratou a própria empresa para prestar serviços ao legislativo municipal. Desde o ano passado o vereador João Claudio Derosso é investigado com relação aos contratos de publicidade que envolvem a câmara. Por conta disso ele renunciou a presidência da casa, mas segue como vereador.

Avatar

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

CMC aprova divulgação obrigatória de lista de espera do SUS

CMC aprova divulgação obrigatória de lista de espera do SUS

As listas deverão especificar cada modalidade de consulta, exame e intervenção cirúrgica oferecidos

Maria Letícia desabafa em vídeo: “resumida a uma velha bêbada”

Maria Letícia desabafa em vídeo: “resumida a uma velha bêbada”

Vereadora responde a processos na Justiça e Câmara suspeita de desacato e embriaguez ao volante

Conselho de Ética decide punir Renato Freitas com advertência escrita

Conselho de Ética decide punir Renato Freitas com advertência escrita

O conselho de Ética também definiu o relator do pedido de cassação contra Ademar Traiano

Conselho de Ética da ALEP vota cassação de Renato Freitas (PT)

Conselho de Ética da ALEP vota cassação de Renato Freitas (PT)

O parlamentar responde um processo por quebra de decoro parlamentar