ParanáGeral

Farmacêuticos paranaenses relatam dificuldades com falta de medicamentos

Os preços mais altos na compra dos insumos afetaram diretamente a produção de alguns medicamentos

 Farmacêuticos paranaenses relatam dificuldades com falta de medicamentos

Foto: Helena Pontes/Agência IBGE Notícias

Quase 98% dos farmacêuticos paranaenses relatam enfrentar dificuldades com a falta de medicamentos. O levantamento é do Conselho Regional de Farmácia do Paraná (CRF-PR), que mostra que 79,5% deles atuam em estabelecimentos do setor privado e 18,8% em farmácias públicas. De acordo com o Diretor Secretário Geral do Conselho Federal de Farmácias, Gustavo Pires, alguns fatores contribuíram para esse desabastecimento, como a pandemia que fez com que o setor industrial investisse na produção de remédios e produtos específicos para o combate à doença, incluindo as vacinas. E além disso ele destaca o fato de quase 95% dos insumos virem de fora.

Os preços mais altos na compra dos insumos afetaram diretamente a produção de alguns medicamentos. No Brasil, os preços são tabelados e podem ser reajustados somente uma vez ao ano.

De acordo com o levantamento, os medicamentos que mais estão em falta nas farmácias do Paraná são os antimicrobianos, citados por mais quase 95% dos entrevistados. Nesse grupo entram a azitromicina, amoxilina e cefalexina; em segundo lugar vieram os mucolíticos (84,8%), como a acetilcisteína e ambroxol; depois os anti-histamínicos (74,3%), como loratadina; e 62,4% relataram ter percebido a falta de analgésicos, entre eles a dipirona e o ibuprofeno.

Apesar de algumas medidas como a flexibilização na tabela de preços e a redução da alíquota de importação que caiu de 8% para 0%, para o conselheiro que representa o Paraná, o país precisa repensar essa dependência com o mercado externo para evitar que no futuro o desabastecimento volte a ser um problema.

O questionário foi respondido por 512 farmacêuticos espalhados pelo estado e foi disponibilizado no site e redes sociais do CRF-PR, do dia 22 de julho a 02 de agosto de 2022.

Reportagem: Vanessa Fontanella

mariane.abreu

Banco é acusado da criação de empréstimos não autorizados

Banco é acusado da criação de empréstimos não autorizados

Foram mais de 100 idosos vítimas da instituição, segundo Nudecon

As mulheres são maioria no eleitorado do Paraná

As mulheres são maioria no eleitorado do Paraná

A maior parte das votantes no Estado tem entre 25 e 29 anos

Paraná é o mais ágil para novos empreendedores no Sul

Paraná é o mais ágil para novos empreendedores no Sul

Os paranaenses levam em média 19 horas para abrir uma empresa no estado

Empresa oferece vagas de emprego para pessoas com deficiência

Empresa oferece vagas de emprego para pessoas com deficiência

As vagas são nas cidades de Londrina, Maringá e Rio Branco do Sul