ParanáGeral

Homem condenado por racismo tem recurso negado

Morador de Cornélio Procópio foi processado após recusar atendimento de frentista negra

 Homem condenado por racismo tem recurso negado

Foto: reprodução/Google Street View

O homem que recusou ser atendido por uma funcionária negra em um posto de combustíveis de Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro, teve a condenação por racismo confirmada pela Justiça.

Veja mais:

A decisão consta em acórdão publicado pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), que negou recurso apresentado pelo réu. O crime ocorreu em julho de 2020. De acordo com o promotor José Paulo Montesino, o condenado teria admitido e reforçado que é racista. Para ele, o reforço da condenação é uma demonstração de como esse tipo de crime é grave.

Na condenação em primeira instância, o réu recebeu a pena de um ano e dois meses de reclusão, substituída por sanções restritivas de direitos, conforme determina a legislação. O nome do homem condenado não foi divulgado.

Informação: Leonardo Gomes

Jessica de Holanda

BR-277: Tempo médio de viagem até Paranaguá fica em 1h14min

BR-277: Tempo médio de viagem até Paranaguá fica em 1h14min

Permanece o desvio operacional no quilômetro 42, em Morretes

BR-277: 7 quilômetros de fila em Morretes, no sentido Curitiba

BR-277: 7 quilômetros de fila em Morretes, no sentido Curitiba

Na Serra do Mar, permanece o desvio operacional, após o deslizamento de terra

Nota Paraná devolve R$ 23 milhões em créditos

Nota Paraná devolve R$ 23 milhões em créditos

Os contribuintes concorrem a prêmios de R$ 10 a R$ 1 milhão