Política

Justiça determina bloqueio de bens de Derosso

 Justiça determina bloqueio de bens de Derosso

A justiça determinou o bloqueio de bens do ex-presidente da Câmara Municipal de Curitiba, João Cláudio Derosso. A decisão é referente ao pedido do Ministério Público que denunciou Derosso pela contratação de funcionários fantasmas no último dia 10. O bloqueio vale também para o ex-vereador Ehden Abib e para o servidor público João Leão de Matos. Além disso, o MP pede a devolução de R$ 2 milhões e 500 mil reais para os cofres públicos, valor que teria sido destinado para a contratação desses funcionários fantasmas. Essas pessoas estariam lotadas tanto na Câmara Municipal de Curitiba quanto na Assembleia Legislativa do estado. Ontem, o Ministério Público propôs outra ação civil contra Derosso pela prática de nepotismo. Enquanto era presidente, ele teria contratado a sogra e a cunhada para o legislativo municipal. Além disso, a vara de Fazenda Pública já analisa uma ação do próprio MP por improbidade administrativa pelo fato de Derosso ter contratado a empresa Oficina da Notícia, mesmo ela sendo de propriedade de uma servidora da casa, Cláudia Queiroz, que hoje é esposa de Derosso.

Avatar

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

Moro deve ser julgado em abril, define TRE-PR

Moro deve ser julgado em abril, define TRE-PR

Senador é acusado de abuso de poder econômico e pode ter mandato cassado

Moro: Juiz é nomeado e julgamento pode ter data marcada

Moro: Juiz é nomeado e julgamento pode ter data marcada

Nomeação foi publicada no Diário Oficial; Sergio Moro é acusado de abuso de poder econômico

CMC aprova divulgação obrigatória de lista de espera do SUS

CMC aprova divulgação obrigatória de lista de espera do SUS

As listas deverão especificar cada modalidade de consulta, exame e intervenção cirúrgica oferecidos

Maria Letícia desabafa em vídeo: “resumida a uma velha bêbada”

Maria Letícia desabafa em vídeo: “resumida a uma velha bêbada”

Vereadora responde a processos na Justiça e Câmara suspeita de desacato e embriaguez ao volante