Paraná

Malha fina do IRPF/2022 tem 53,8 mil contribuintes do PR

Na Delegacia de Curitiba, 44% dos contribuintes tiveram a declaração retida por omissão de rendimentos

 Malha fina do IRPF/2022 tem 53,8 mil contribuintes do PR

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Cerca de 53 mil e 800 contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda, neste ano, no Paraná. Conforme levantamento da Receita Federal, divulgado nesta quinta-feira (22), foram mais de dois milhões e quatrocentas mil declarações entregues, em todo o Estado. Apenas a Delegacia de Curitiba recebeu perto de um milhão e 69 mil declarações. Desse número, cerca de 26 mil e quinhentas foram retidas na malha fina.

Na Delegacia de Curitiba, por exemplo, pelo menos 44% dos contribuintes tiveram a declaração retida em malha por omissão de rendimentos. Outros 23% de contribuintes tiveram a declaração retida por deduções de base de cálculo.

Neste mês, a Receita Federal está emitindo correspondências para contribuintes com declarações na malha fina. O objetivo é avisar aos contribuintes que, em caso de erro na declaração apresentada, este é o momento para providenciar a correção, através da declaração retificadora.

No Paraná, a previsão é que sejam encaminhadas 25 mil correspondências, durante o mês.

Restituição

A Receita Federal abre, às 10 da manhã desta sexta-feira (23), consulta ao quinto lote de restituição do Imposto de Renda. É o último lote de pagamento de 2022, para as declarações que não apresentaram inconsistência. No Paraná, cerca de 79 mil contribuintes vão ser contemplados. O valor total do crédito passa de 126 milhões e 900 mil reais.

Na Delegacia da Receita Federal, em Curitiba, 35 mil e 300 contribuintes vão receber a restituição. A previsão é pagar mais de 65 milhões e 850 mil reais.

O crédito bancário será realizado sexta-feira da semana que vem (30), na conta informada, no momento da Declaração de Imposto de Renda. O quinto lote contempla também restituições residuais de exercícios anteriores.

Pagamento

Para saber se a restituição está disponível, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet (www.gov.br/receitafederal), clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição“. A página apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou uma consulta completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC. Se identificar alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificar a declaração, corrigindo as informações que porventura estejam equivocadas. 

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que possibilita consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF. 

O pagamento da restituição é realizado na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda, de forma direta ou por indicação de chave PIX. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até 1 (um) ano no Banco do Brasil. Neste caso, o cidadão poderá reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos). 

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de 1 (um) ano, deverá requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda e clicando em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”. 

Fonte: Seção de Comunicação Institucional e Cidadania Fiscal – Sacin // Superintendência Regional da Receita Federal na 9ª RF – Paraná e Santa Catarina

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

Intenção de consumo do paranaense cresce em setembro

Intenção de consumo do paranaense cresce em setembro

Alta de setembro foi de 4% e voltou a patamar de satisfação com 100,8 pontos

300 mil domicílios do Paraná não têm acesso à internet

300 mil domicílios do Paraná não têm acesso à internet

Segundo o IBGE, o acesso à rede cresceu 5 pontos porcentuais, chegando a 90%

Primavera começa com baixas temperaturas

Primavera começa com baixas temperaturas

Expectativa é de chuvas influenciadas pelo La Niña