Menino de oito anos é baleado e morre em Ponta Grossa

(Foto: Arquivo Pessoal)

Está preso o homem que confessou ter matado acidentalmente o sobrinho de apenas oito anos com um tiro no peito, em Ponta Grossa, Campos Gerais do Paraná. Foi ontem (28) à noite. O autor do tiro disse que estava manuseando uma pistola que havia comprado há cerca de um mês quando houve o disparo. O menino, Marcos Adryan Silva, ainda correu para dentro de casa para pedir ajuda a mãe.

O subtenente Vasselechen, da Polícia Militar, disse que a criança chegou a ser atendida com vida, mas, não resistiu.

Boatos informavam que o disparo teria acontecido em comemoração ao resultado das eleições. No entanto, a versão foi descartada pela própria polícia. A arma não foi localizada. De acordo com a PM, o tio já havia sido preso por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Dentro da casa foram encontradas porções de maconha, cocaína e crack, além de três balanças de precisão. O pai da criança utiliza uma tornozeleira eletrônica e também teria participação no esquema de venda de drogas. Por isso, os dois foram presos. O corpo do menino foi encaminhado ao IML de Ponta Grossa. Ele faria nove anos no mês que vem.

Reportagem: Ricardo Pereira – com informações do repórter Sassá da rádio Difusora de Ponta Grossa