ParanáGeral

Paraná forma primeira médica com tetraparesia do Brasil

Elaine Luzia dos Santos recebeu o grau de médica da Unioeste, em Cascavel

 Paraná forma primeira médica com tetraparesia do Brasil

Foto: UNIOESTE

O Paraná formou a primeira médica com tetraparesia do Brasil. Elaine Luzia dos Santos recebeu o grau de médica na reitoria da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), em Cascavel, na última sexta-feira (10). Ela sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) quando estava no terceiro ano do curso. Mesmo sem os movimentos e a fala, a acadêmica não perdeu a capacidade intelectual e retomou as atividades no ano seguinte.

Para o reitor da Instituição, Alexandre Webber, a aluna transformou o ensino da medicina.

No retorno, a estudante aprendeu a se comunicar com o olhar. Um colega de turma apresentou a chamada “prancha alfabética”. Uma tabela, dividida em cinco linhas, sendo cada uma com um grupo de letras. Para formar palavras e frases, Elaine pisca quando um intérprete diz a letra escolhida.

De acordo com o coordenador de Medicina, o médico Allan Araújo, o curso também precisou se adaptar para que a jovem estudasse.

O juramento da médica foi interpretado pelo irmão dela. Já o discurso foi lido pela irmã.

Reportagem: Larissa Biscaia.

felipe.costa

Casamentos no Paraná aumentam quase 8% em julho de 2022

Casamentos no Paraná aumentam quase 8% em julho de 2022

Foi registrado um total de 4.034 casamentos, 7,8% a mais que o verificado em junho

Bancário é suspeito de desvios que ultrapassam R$ 1,2 milhão

Bancário é suspeito de desvios que ultrapassam R$ 1,2 milhão

Na casa dele foram apreendidos documentos, talões de cheque, cartões de crédito e contratos

Morre turista que sofreu queda em cachoeira durante rapel

Morre turista que sofreu queda em cachoeira durante rapel

Depois de cinco dias hospitalizado, turista que caiu durante prática de rapel tem morte divulgada

Cresce intenção de compra no Dia das Crianças

Cresce intenção de compra no Dia das Crianças

Presente deve custar cerca de R$ 156,58, o maior valor já registrado pela sondagem