ParanáGeral

Paraná terá que indenizar empresa fornecedora de tornozeleiras eletrônicas

Pagamento foi solicitado devido ao registro de equipamentos perdidos ou danificados

 Paraná terá que indenizar empresa fornecedora de tornozeleiras eletrônicas

Foto: Divulgação/ Arquivo ANPr

O Governo do Paraná terá que indenizar, ainda nesta semana, cerca de R$ 3.272,287 para uma fornecedora curitibana de tornozeleira eletrônica. O pagamento foi solicitado devido ao registro de 9 mil equipamentos perdidos ou danificados. O contrato entre o estado e a empresa está vigente desde 2019.

Veja mais:

A fornecedora entrou com o pedido depois que o número de aparelhos com defeitos passou de 10% da quantidade contratada, o que estava previsto no acordo. Segundo o Departamento de Polícia Penal (Deppen), cada equipamento alugado custa cerca de R$ 358,00.

O Departamento afirma que a empresa é a única fornecedora do produto e que isso nunca tinha ocorrido antes. Para o Deppen, as tornozeleiras sumiram ou foram danificadas por mau uso de quem utiliza. No Paraná, 12.206 pessoas, que cumprem pena em regime semiaberto, usam o aparelho.

Reportagem por Leo Coelho

jully.mendes

Câmara de Maringá aprova reajuste de 43% para os vereadores

Câmara de Maringá aprova reajuste de 43% para os vereadores

Projeto de lei foi aprovado com 14 votos favoráveis e apenas um contrário

Portos do Paraná registram alta de 2% em 2022

Portos do Paraná registram alta de 2% em 2022

Ao todo, já foram movimentadas mais de 54 milhões de toneladas em 2022

Hospital Erasto Gaertner completa 50 anos

Hospital Erasto Gaertner completa 50 anos

Instituição comemora avanços no combate ao câncer