Prometendo analisar finanças e revisar contratos assinados por Cida, Ratinho Junior reúne secretários pela primeira vez

Foto: Angelo Sfair/ BandNews FM

Ratinho Junior (PSD) anunciou oficialmente as primeiras medidas da gestão. O novo chefe do Executivo confirmou a publicação de um decreto que permitirá ao governo revisar todos os contratos assinados nos últimos dois meses pela antecessora, Cida Borghetti (PP) – e que irá possibilitar a suspensão dos que não forem considerados “prioritários”. O governador recém-empossado também confirmou a demissão de todos os cerca de 3.500 comissionados. No entanto, isso não significa um número menor de funcionários porque uma quantidade semelhante será contratada pelo governo para formar as novas equipes das secretarias, estatais e autarquias.  Na terça-feira (01), ao transmitir o cargo, a ex-governadora Cida Borghetti afirmou que deixa cerca de 400 milhões de reais em recursos livres para investimento. Ratinho Junior afirma que, além de um “pente-fino” nos contratos, também irá estudar as finanças atuais.

Sobre as mudanças por meio de decretos, a equipe do novo governo afirma que os documentos devem ser publicados no Diário Oficial desta quinta-feira (03). Isso significa, também, a exoneração dos comissionados logo nos primeiros dias de governo. Ratinho Junior, no entanto, explica que a medida não significa economia com salários.

Sobre o “enxugamento da máquina pública” – termo amplamente utilizado durante a campanha e a posse –, Ratinho afirma que isso se aplica também às empresas públicas e autarquias. Essa mudança, assim como todas as que envolvem as leis em vigor, dependerão da aprovação dos deputados.

Outra medida que colocará à prova o apoio do governador na Assembleia Legislativa é a reforma administrativa, que prevê o corte das secretarias de Estado, de 28 para 15. Ratinho espera concretizar a nova estrutura até o mês de fevereiro.

As medidas foram anunciadas pelo governador pouco antes da primeira reunião com o secretariado. Também participaram do encontro, que marca o início oficial dos trabalhos da gestão, diretores de autarquias e empresários.

Reportagem: Angelo Sfair