Política

Promotora de Londrina recomenda que não se distribua benefícios em ano eleitoral

A promotora eleitoral de Londrina, Susana Feitosa de Lacerda, emitiu recomendação para que a administração pública não distribua alimentos ou outros benefícios em ano eleitoral. Estão restritas doações de alimentos, medicamentos, materiais de construção e passagens rodoviárias. Em casos de necessidade, o Ministério Público recomenda que seja observado o critério da impessoalidade e que a Promotoria Eleitoral seja informada. Também devem ser suspensos repasses de recursos a entidades vinculadas a pré-candidatos. Outra recomendação foi a emissão de dados em 15 dias dos programas sociais mantidos pela Prefeitura de Londrina e quantas famílias são beneficiadas. Quem infringir a lei está sujeito a multas que variam entre 5 mil e 300 reais a 106 mil reais, além da cassação do registro do candidato, além de inelegibilidade por suposto abuso do poder.

Avatar

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

Procedimento que investiga Maria Letícia está sob sigilo na Câmara

Procedimento que investiga Maria Letícia está sob sigilo na Câmara

Conselho de Ética se reúne na segunda-feira (4) para liberar informações do processo para consulta

TSE aponta para sub-representação feminina na política paranaense

TSE aponta para sub-representação feminina na política paranaense

Mulheres representam menos de um terço dos candidatos nos últimos vinte anos

Projeto propõe declarar religiões de matriz africana como patrimônio cultural

Projeto propõe declarar religiões de matriz africana como patrimônio cultural

Uma reunião pública na Câmara Municipal de Curitiba pretende debater o tema nesta quinta-feira (29)

Deepfake pode ser um desafio nas eleições

Deepfake pode ser um desafio nas eleições

Prazo para cadastro eleitoral encerra em 08 de maio