Política

Reajuste de salário dos vereadores de Maringá é votado hoje

Os vereadores de Maringá votam hoje à noite um projeto de lei que reduz o reajuste dos salários dos vereadores. Em novembro de 2011, a Câmara aprovou um aumento de 90% nos salários dos vereadores, passando de R$ 6,3 mil para R$ 12 mil. No entanto, a pressão popular fez com que os parlamentares resolvessem rever o aumento. Esta semana, populares levaram pizza na Câmara, mas nenhum vereador quis comer. A revolta era por conta de um aumento de quase 90% nos salários dos administradores públicos e legisladores a partir do ano que vem. O presidente da Câmara, Mario Hossokawa (PMDB), nega que tenha havido uma pressão expressiva. De acordo com ele, são poucos os maringaenses que estão contra a postura dos parlamentares.

Com pressão, ou sem pressão, o projeto em pauta vai reduzir o aumento para 8 mil reais. Outro projeto reduz ainda o aumento do prefeito, vice-prefeito e secretários. O prefeito passaria a ganhar 19 mil reais (no projeto aprovado anteriormente eram 25 mil) e os secretários, 9 mil e 500 reais (havia sido aprovado um salário de 12 mil). Mario Hossokawa informou que apenas uma emenda foi feita até agora e não agradou muito os vereadores. A emenda faz com que não haja aumento.

Se aprovados, esses valores serão válidos para o ano que vem.

Band News Curitiba - 96,3 FM

Bancada Feminina na Assembleia volta a ser discutida na segunda

Bancada Feminina na Assembleia volta a ser discutida na segunda

O objetivo é garantir a participação das mulheres na composição da Mesa Diretora da Assembleia

Convenção do Podemos lança Alvaro Dias ao Senado

Convenção do Podemos lança Alvaro Dias ao Senado

Líder do partido está no quarto mandato como senador

ELEIÇÕES 2022- Entrevistas Especiais – Denian Couto

ELEIÇÕES 2022- Entrevistas Especiais – Denian Couto

Nosso entrevistado é o jornalista e vereador Denian Couto, candidato a deputado estadual pelo Podemos