Seis pessoas foram presas suspeitas de furtar energia elétrica em Curitiba

(Foto: divulgação/Polícia Civil)

Seis pessoas suspeitas de furtar energia elétrica foram presas nessa quarta-feira, durante uma ação para identificar possíveis receptadores de materiais de cobre furtados. Os suspeitos presos são gerentes de barracões de produtos recicláveis. A ação foi realizada no bairro Parolin, em Curitiba. Em todos os locais fiscalizados, foram constatadas ligações clandestinas de energia elétrica.

Segundo a delegada da Divisão de Crimes Contra o Patrimônio, Vanessa Alice, além dos fios foi encontrado em um dos locais, parte de uma lixeira da prefeitura.

Os locais vistoriados foram definidos com base em denúncias realizadas pelas próprias empresas de telecomunicação e informações colhidas pelos policiais. Em menos de 30 dias, a Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) acumulou mais de cinco toneladas em materiais apreendidos.

No dia 7 de agosto, policiais localizaram na Cidade Industrial de Curitiba, 500 quilos de fios de cobre que haviam sido furtados de cabeamentos de uma operadora de telefonia. No dia 24 de agosto foram encontrados mais de 8 mil hidrômetros em um barracão de recicláveis no bairro Guabirotuba.

As abordagens foram acompanhadas por representantes de empresas de telecomunicações e por fiscais das secretarias de Meio Ambiente, de Trânsito e de Urbanismo. A força-tarefa envolveu mais de 50 servidores públicos, entre policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, além de guardas municipais e fiscais da Prefeitura de Curitiba.

Reportagem: Felipe Harmata

(Foto: divulgação/Polícia Civil)

(Foto: divulgação/Polícia Civil)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*