Paraná

Seis policiais da Rotam são presos em Guaratuba

Investigação apura crimes de peculato, abuso de autoridade e porte ilegal de armas e drogas

 Seis policiais da Rotam são presos em Guaratuba

Foto: DIvulgação / PMPR / arquivo

Seis policiais militares foram presos em Guaratuba, no Litoral do Paraná, em operação do Gaeco e da Corregedoria da PM. O Grupo do Ministério Público de Combate ao Crime Organizado apura a possível prática dos crimes de abuso de autoridade, fraude processual e porte ilegal de armas e drogas. A investigação também aponta a suspeita de peculato, ocorrência em que o servidor se apropria de bem público, em benefício próprio ou de terceiros.

Foram cumpridos oito mandados de prisão preventiva, sem prazo para expirar. Os alvos são policiais militares vinculados à Rotam (a Ronda Ostensiva Tática Metropolitana). Dois mandados foram expedidos contra agentes que já estavam presos no 29º Batalhão de Polícia Militar, em Curitiba.

LEIA MAIS: Operação Satélite da PM já atendeu 466 ocorrências

O procurador de Justiça, Leonir Batisti, coordenador estadual do Gaeco, afirma que a ação desta segunda-feira (24) foi desencadeada a partir de buscas e apreensões feitas em agosto. Em uma sala utilizada pelos policiais na sede da Companhia da Polícia Militar de Guaratuba, o Gaeco encontrou armas irregulares e drogas.

Entre os materiais apreendidos, os agentes encontraram a chave de um veículo. O automóvel era mantido no pátio da unidade da PM. Dentro do carro foram localizadas mais armas e munições irregulares, além de drogas. Entre elas havia quase um quilo de maconha e cerca de oitocentas e 70 gramas de cocaína.

O Juízo da Vara de Auditoria Militar de Curitiba determinou ainda a suspensão do exercício das funções dos militares investigados na Operação Fish. O grupo também teve que entregar armas, coletes e carteira funcional, além de outros documentos e objetos ligados ao exercício da função.

A PM diz que “não compactua com o desvio de conduta” dentro da corporação e ressalta que “todas as denúncias são investigadas”.

Fonte: MPPR

Cleverson Bravo

Litoral paranaense tem alerta vermelho para acumulados de chuva

Litoral paranaense tem alerta vermelho para acumulados de chuva

Há risco de alagamentos, transbordamento de rios e deslizamentos, com chuva de até 100 mm/dia

Guarapuava volta a exigir máscaras em caso de sintomas respiratórios

Guarapuava volta a exigir máscaras em caso de sintomas respiratórios

O uso também é obrigatório no aeroporto, em hospitais e outros estabelecimentos de saúde

Cadeira Anfíbia: profissionais são capacitados para o uso do equipamento

Cadeira Anfíbia: profissionais são capacitados para o uso do equipamento

As cadeiras anfíbias permitem o acesso de pessoas com deficiência à areia e ao mar

Expectativa de vida aumenta para 78,5 anos no Paraná

Expectativa de vida aumenta para 78,5 anos no Paraná

Com o censo populacional defasado, os dados ainda não consideram a pandemia do coronavírus