ParanáGeral

TCU deve decidir até agosto sobre pedágio no Paraná

Frente Parlamentar pede revisão do plano de outorga com base em estudo da UFPR

 TCU deve decidir até agosto sobre pedágio no Paraná

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

A Frente Parlamentar do Pedágio da Assembleia Legislativa vai pedir a revisão da análise do plano de outorga das Rodovias do Paraná ao TCU. A base para o pedido é um estudo técnico realizado pela UFPR. De acordo com o coordenador da Frente Parlamentar, deputado Arilson Chiorato (PT), o estudo identifica uma série de pontos problemáticos que já tinham sido questionados pelos deputados.

O professor Eduardo Ratton, do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura da UFPR, responsável pelo estudo, diz que uma das questões principais é o degrau tarifário, um acréscimo de 40% nas tarifas quando as obras previstas forem concluídas. No entanto ele diz que esse valor deveria ser menor e específico para a realidade de cada trecho. Ele considera que este modelo vai deixar o pedágio mais caro e pesado para as economias locais.

Na última sexta-feira, o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Walton Alencar Rodrigues concedeu mais 75 dias de prazo para a análise do plano de outorga das Rodovias Integradas do Paraná para a Secretaria de Fiscalização de Infraestrutura Rodoviária e de Aviação Civil do próprio tribunal. Pela decisão o prazo começa a contar a partir da entrega de todos os documentos pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o que, de acordo com a própria agência, está previsto para 20 de maio. Com isso, o TCU deve ter até o dia 05 de agosto para avaliar a concessão.

Reportagem: Amanda Yargas.

felipe.costa

UFPR oferta 1303 vagas pelo SiSU

UFPR oferta 1303 vagas pelo SiSU

As inscrições acontecem entre os dias 16 e 24 de fevereiro.

Autorizações de viagens para menores podem ser feitas em cartórios

Autorizações de viagens para menores podem ser feitas em cartórios

O serviço atende pais de crianças ou adolescentes menores de 18 anos

Paraná foi o estado que mais empregou mulheres no Sul

Paraná foi o estado que mais empregou mulheres no Sul

Foram criados 67 mil 185 postos de trabalho formais para elas

UFPR abre PSS para preencher 570 vagas de graduação

UFPR abre PSS para preencher 570 vagas de graduação

As oportunidades estão nos campi de Jandaia do Sul, Matinhos, Palotina e Pontal do Paraná