Política

Zé Maria é punido pelo PPS

O vereador de Curitiba José Maria acaba de ser punido pelo PPS e terá que deixar a vice-presidência do partido. O motivo foi ter votado favoravelmente ao relatório da CPI da Câmara Municipal que inocentou o ex-presidente João Cláudio Derosso (vereador do PSDB). Zé Maria, que tem atuação forte nas entidades de apoio a crianças especiais, disse que encontrou várias irregularidades da gestão de João Cláudio Derosso durante a CPI, mas acordou que o relatório completo, com todas as evidências e indícios, seria encaminhado para o Ministério Público – órgão competente para apresentação de ações e denúncias.

Zé Maria continuará como líder do PPS na Câmara Municipal, por entender que esta discussão não tem que ser feita dentro do partido e, sim, dentro da Câmara Municipal.

Zé Maria não poderá mais participar das votações do PPS, já que deixa de fazer parte da Executiva do partido. O vereador disse que se sente injustiçado, mas respeita decisão interna.

Em nota, o Ministério Público do Paraná informou que a Promotoria de Justiça Proteção ao Patrimônio Público de Curitiba está analisando ainda todo o material encaminhado pela CPI da Câmara de Curitiba e instaurou inquérito civil para analisar o caso, incluindo os contratos de publicidade. Na semana passada, a promotoria solicitou cópias de matérias e eventuais documentos relativos à denúncia de que funcionários da Câmara teriam ligação com empresas de publicidade e que teriam cedido notas fiscais para a Casa, a pedido de vereadores. A Promotoria vai investigar a denúncia e incluir essas novas informações no inquérito civil.

Band News Curitiba - 96,3 FM

Eleições: inelegibilidade de Deltan não tem efeito imediato

Eleições: inelegibilidade de Deltan não tem efeito imediato

Condenação pelo TCU pode acarretar em inelegibilidade, mas após o escrutínio da Justiça Eleitoral

Concursos: projeto que reserva vagas para PCDs avança na CMC

Concursos: projeto que reserva vagas para PCDs avança na CMC

Projeto de lei atualiza legislação municipal para cumprir o que determina a Constituição Federal

TCU condena Dallagnol e Janot por diárias da Lava Jato

TCU condena Dallagnol e Janot por diárias da Lava Jato

Decisão pode tornar ambos inelegíveis. Dallagnol afirma que vai recorrer da decisão

CCJ nega recurso de Freitas sobre o prazo do julgamento

CCJ nega recurso de Freitas sobre o prazo do julgamento

Defesa aponta que Legislativo excedeu o tempo para julgar o vereador