Idosa morre após ter contato com taturana

Imagem ilustrativa

Uma idosa de 60 anos morreu após encostar em uma taturana em uma propriedade rural em Dionísio Cerqueira, divisa entre Paraná e Santa Catarina. A agricultora morreu ontem à noite (segunda, 8) seis dias depois de ter contato com a lagarta. A vítima chegou a perceber a pequena queimadura, mas não procurou ajuda médica. Nos dias seguintes, ela teve outros sintomas, como febre e muito vômito. Exames apontaram que a mulher estava com veneno da taturana na corrente sanguínea e que nada poderia ser feito.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*