Nenhum hospital público está preparado para fazer o aborto no PR

O Paraná não possui nenhum hospital da rede pública qualificado para realizar o aborto previsto em lei. Em todo país são 55 unidades aptas a realizar o procedimento padrão, mas nos estados do Paraná e de Roraima não há nenhum hospital com essa qualificação. Isso não significa, entretanto, que esses dois estados não possam realizar o procedimento em grávidas com fetos anencéfalos, ou seja, com má formação cerebral. Qualquer hospital do SUS pode fazer a interrupção. Apesar disso, o indicado é que haja unidades com profissionais qualificados para o serviço. Para o ginecologista e obstetra Bruno Grillo, a importância da decisão do Supremo Tribunal Federal que autoriza o aborto está no fato de proporcionar a discussão e também um comportamento padrão dos médicos que atendem casos com gestações de anencéfalos. Além disso, ele destaca como positiva a provável diminuição em casos de aborto clandestino. A estimativa do Ministério da Saúde é de qualificar 30 hospitais em todo país até o final do ano. O Paraná deve fazer parte da lista.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*