Paraná é terceiro estado com maior número de vítimas de lesões medulares

Imagem ilustrativa

O Paraná é o terceiro estado do Brasil com o maior número de vítimas de lesões medulares. Não há estatísticas oficiais, mas a estimativa é que mais de 80% da população possui algum tipo de lesão na medula.

Segundo dados do Hospital INC (Instituto de Neurologia de Curitiba), mais de duzentas e setenta pessoas foram operadas no Instituto, sendo que a maioria das cirurgias foi a retirada de tumores da base do crânio.

Em todo o país, 45% dos casos de lesões na medula são ocasionados por mergulhos em águas rasas, principalmente no mar. Os dados foram divulgados pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) que está promovendo desde o começo da semana a “Campanha Neuro em Ação”. A ação tem como tema “Use a Cabeça, Proteja seu Corpo” e alerta também a outros tipos de incidentes nas águas. 20% da população Brasileira sofrem lesões em piscinas ou rios.

Recifes somam 11% de vítimas. Já as barragens tem uma porcentagem um pouco menor: 4% da população sofrem lesões e dores na coluna. 90% das vítimas de incidentes em águas rasas em todo o Brasil, são do sexo masculino. De acordo com a SBN 50% das vítimas estavam sob o efeito de bebida alcoólica durante o mergulho. De acordo com o neurocirurgião Carlos Alberto Matazzo, o objetivo da ação é prevenir traumas na medula e destacar os cuidados do mergulho em águas rasas.

Pelo menos três mil profissionais da saúde participam da campanha “Neuro em Ação”, com palestras, panfletagens em semáforos e locais públicos, além de caminhadas de conscientização. Outro foco da campanha é conscientizar a população de que outro fator que contribui para lesões é o uso de celular na direção.

De acordo com Carlos Matozzo, a má postura é o terceiro pilar da campanha. A postura inadequada pode causar dores e até mesmo lesões.

A campanha “Neuro em Ação” faz parte das comemorações dos 60 anos da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia. A ação de conscientização vai até hoje nas ruas de Curitiba. No entanto, a divulgação dos cuidados continuam através do Pense Bem – também da Sociedade Brasileira de Neurologia. O projeto existe de 1995 e criou um vídeo institucional que foca nos principais problemas de saúde pública na atualidade: o neurotrauma, a doença cérebro vascular e as doenças degenerativas da coluna vertebral.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*