PR recebe primeiro tratamento de enfisema não cirúrgico

O Paraná vai receber o primeiro tratamento de enfisema pulmonar não cirúrgico, nesta sexta-feira (18). A técnica pode melhorar em até 25% a capacidade respiratória de um pulmão doente. Um dos responsáveis pelo procedimento será o cirurgião torácico Nelson Bergonse. Ele explica que esse tratamento substitui a cirurgia, que apresenta vários riscos aos pacientes.  Os pacientes que passam pelo tratamento cuidam do enfisema pulmonar causado pelo uso de cigarro, e precisam ser submetidos à técnica apenas uma vez. Ela começou a ser realizada há três anos, e ainda é inédita no Estado. O procedimento substitui também o tratamento clínico, que apenas ameniza o sintoma da doença, que é a falta de ar. O paciente que vai ser submetido ao tratamento nesta sexta-feira (17) tem 65 anos. A técnica já está disponível em alguns planos de saúde. O enfisema pulmonar só tem cura com transplante.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*