ParanáEconomia

1º pagamento do IPVA vence nesta quinta-feira (19)

O pagamento pode ser à vista, com desconto de 3%, ou parcelado

 1º pagamento do IPVA vence nesta quinta-feira (19)

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O pagamento da primeira parcela ou o total à vista do IPVA 2023 vence nesta quinta-feira (19) para veículos com final das placas 1 e 2 em todo o país.

Veja mais:

Os proprietários dos veículos podem realizar o pagamento à vista, com desconto de 3%, pagar parcelado em cinco vezes sem juros ou dividir em 10 vezes no cartão de crédito com o juros da operadora da máquina. A quitação do imposto pode ser feita nos canais eletrônicos de qualquer banco ou por aplicativos, com possibilidade de pagamento via PIX.

De acordo com a Secretaria da Fazenda, o sistema de cobrança é totalmente virtual, com a guia disponível no site da pasta, sem o contribuinte receber qualquer tipo de correspondência ou cobrança em casa. A quitação do IPVA é obrigatória para que o proprietário possa emitir o certificado de licenciamento pelo Detran-PR. 

Confira o calendário de vencimento do IPVA 2023:

FINAL DE PLACA – prazo de pagamento 

1 e 2 – 19/01/2023 

3 e 4 – 20/01/2023 

5 e 6 – 23/01/2023 

7 e 8 – 24/01/2023 

9 e 0 – 25/01/2023 

FINAL DE PLACA – cinco parcelas 

1 e 2 – 19/01, 16/02, 20/03, 17/04, 18/05 

3 e 4 – 20/01, 17/02, 21/03, 18/04, 19/05 

5 e 6 – 23/01, 22/02, 22/03, 19/04, 22/05 

7 e 8 – 24/01, 23/02, 23/03, 20/04, 23/05 

9 e 0 – 25/01, 24/02, 24/03, 24/04, 24/05

Informação: Leo Coelho

Giovanna Retcheski

Clima reduz, mas previsões indicam expectativa de boa safra

Clima reduz, mas previsões indicam expectativa de boa safra

Neste verão, devem ser alcançadas 24 milhões e setecentas mil toneladas no Paraná

BR-376: 12 quilômetros de fila, no sentido Santa Catarina

BR-376: 12 quilômetros de fila, no sentido Santa Catarina

Fila estava concentrada em Guaratuba, no Litoral do Paraná

BR-277: 8 quilômetros de fila em Morretes, no sentido Paranaguá

BR-277: 8 quilômetros de fila em Morretes, no sentido Paranaguá

Permanece o desvio operacional, na Serra do Mar, no quilômetro 42