Planejamento e inovação são fatores fundamentais para a sobrevivência dos negócios familiares

As empresas familiares representam nada menos do que 80% das 19 milhões de companhias que estão em atividades no Brasil e contribuem com 50% do PIB nacional. Mas, apesar da grande representatividade, apenas 12% desses negócios sobrevivem após a terceira geração familiar assumir o comando. E só 3% das empresas familiares passam a ser comandadas pela quarta geração. E isso não é um problema exclusivo do Brasil, mas ocorre com empresas de todo o mundo.

A coluna “Negócios com Miriam Gasparim” vai ao ar de segunda a sexta, aqui no BandNews Curitiba Primeira Edição.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*