COLUNAS

Colunistas // Mirian Gasparin

Duas novas fábricas do Grupo Baston serão inauguradas em Palmeira

 Indústria paranaense de desodorante investe para ganhar mercado

Foto: Divulgação/Above

O uso de desodorantes vem crescendo ano a ano. O Brasil é hoje o segundo maior mercado consumidor do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, com um faturamento anual acima de R$ 11 bilhões.

E disputando as primeiras posições do mercado está a paranaense Above, que tem fábrica na cidade de Palmeira. A marca produzida pela Baston Aerossóis, vem batendo recorde em negócios. No primeiro semestre, as vendas cresceram 47% em relação a igual período de 2021 e deve encerrar o ano com um aumento de mais de 50%. Vale lembrar, que no ano passado, as vendas já haviam crescido mais de 20%.

Eu conversei com o CEO do Grupo Baston, o empresário Gustavo Malucelli Bacila, e ele me contou que para chegar ao topo do mercado, disputando posições com as grandes multinacionais não foi uma tarefa fácil. Segundo o empresário, não basta apenas ter um bom produto e um bom preço, pois as multinacionais dominam este mercado e dão às ordens no varejo. A solução que a Above encontrou foi adotar uma política agressiva de marketing, com o jogador Neymar sendo escolhido para ser o embaixador da marca, e uma agenda rigorosa de viagens do seu CEO , que desde agosto do ano passado vem  percorrendo todo o Brasil visitando pessoalmente os grandes clientes da marca.

Gustavo Bacila me informou que o grupo vem investindo 3% do seu faturamento em marketing. O empresário reconhece que este é um percentual bastante elevado, mas não há outra saída. Bacila me adiantou que o faturamento do grupo deve bater, este ano, a casa de 1 bilhão e 400 milhões de reais, sendo que 50% das receitas são provenientes da venda de desodorantes. 

O grupo também está investindo no lançamento de 20 novos produtos, que serão produzidos na nova fábrica de cosméticos, que recebeu investimento de R$ 50 milhões.  A nova unidade fabril construída junto ao complexo industrial de Palmeira, terá capacidade para produzir um milhão de produtos/dia. Gustavo Bacila me adiantou que a nova linha de produtos da Above entrará no mercado , no mês de setembro, e inclui uma linha de shampoos, condicionadores, gel fixador, enxaguante bucal, creme dental e sabonetes líquidos.

Em outubro está prevista a inauguração da fábrica de embalagens, que recebeu investimento de R$ 120 milhões. Todos os equipamentos da nova unidade fabril, que também funcionará no complexo industrial de Palmeira, foram importados da Itália.

Gustavo Bacila me contou que a decisão do grupo em investir numa fábrica de embalagens foi para fugir das oscilações do dólar, da alta dos fretes e do monopólio do setor. Segundo o empresário, 50% das embalagens utilizadas, hoje, pelo Grupo Baston são importadas da China. A fabricação própria das embalagens permitirá a redução de custos. E para concluir, o CEO do Grupo Baston me disse que os preços dos desodorantes produzidos nos 50 meses de atividades da Above subiram 60% em função dos custos das embalagens, das oscilações do câmbio e das variações das comodities. Para que o produto continuasse com preços competitivos no mercado, a indústria optou pela redução das margens de lucro.

Confira a coluna em áudio abaixo:

Mirian Gasparin